Secret Garden

Me, Myself and I

quarta-feira, maio 23, 2007

"(...)Quando se é feliz muito novo, a única obsessão que se tem é aguentar a coisa. Vive-se ansiosamente com a desconfiança, quase certeza da coisa piorar. O pior é que as pessoas que se habituaram a serem felizes não sabem sofrer. Sofrem o triplo de quem já sofreu. É injusto mas é assim. No amor é igual. Vive-se à espera dele e, quando finalmente se alcança, vive-se com medo de perdê-lo. E depois de perdê-lo, já não há mais nada para esperar. Continuar é como morrer. As pessoas haviam de encontrar o grande amor das suas vidas só quando fossem velhas. É sempre melhor viver antes da felicidade do que depois dela."

Miguel Esteves Cardoso

3 Comments:

At sexta-feira, 25 maio, 2007, Blogger Diário de um Anjo said...

Amiga, não se deve ter medo de perder mas sim deve ser-se contente por alcançar o que se têm...se viveres sempre com esse medo como é que algum dia serás feliz?
Lembra-te que ser feliz também se aprende...

Beijinhos

 
At sábado, 26 maio, 2007, Blogger BlueAngel said...

Não se deve pensar na perda, mas sim em como manter o que se tem de bom. O optimismo é uma filosofia de vida e uma filosofia de vida muito importante. Apreoveita o que tens e não penses como seria se não tivesses. Vive o momento, o aqui e agora! Aproveita sempre! beijinhos

 
At domingo, 27 maio, 2007, Blogger Empregado de balcão said...

Não existe a felicidade perfeita e duradoura.

Nunca somos felizes. Estamos felizes. É um estado de alma que vem e vai. O Amor é muito mais complexo que a felicidade e tem de ser analisado ao promenor. O que de bom tem... o que de mau existe. E pesar os vários sentimentos na nossa balança do Amor.

 

Enviar um comentário

<< Home